terça-feira, 20 de agosto de 2019

História de um infeliz

Sei da história de um infeliz que fingiu tanto ser parte de um mundo que não era o seu, que a máscara se apegou à pele e a única coisa que restou, a única coisa que denunciava sua condição de forasteiro era um sentimento tão íntimo que quase insondável de desajustamento.

Uma leve, mas em todo tempo perceptível sensação de ilegitimidade.

Fato deveras significativo é que algumas pessoas imediatamente se solidarizam com esse infeliz,
logo se percebem compartilhando dessa sensação.

Não importa o quanto imprecisas as informações ou obscura a tal sensação.
Alguns imediatamente entendem do que se trata e instantaneamente nomeiam aquela coisa estranha que também trazem na alma que sempre parece sussurrar algo inaudível.

Agora sabem, ao solidarem-se com o pobre infeliz, percebem num instante o que o sussurro diz:
“Você não é daqui”.




.

Dia 7



Depois de, mais uma vez falhar, a gente começa a se conhecer
Entender que há um descompasso entre o que somos e o que imaginamos.
Reajusto a rota, podo um pouco as expectativas,
Reduzo meu ímpeto,
Controlo a respiração,
Calo-me.
Sem promessas, sem votos,
Apenas um único desejo, um único alvo, um passo de cada vez,
Antecipo o escorregão e mudo a passada,
Prossigo devagar, conhecendo-me, avanço.

.

Tesão

Sonhei que a namorada e eu estávamos numa praia
ela, sempre deslumbrante, ainda mais num biquíni pequenininho
enfeite perfeito no corpão dela, levemente dourado de sol.

Um rapaz simpático se aproximou e começamos a conversar
Ele pediu, educado, se podia dá-lhe uma abraço
E ela, olhando pra mim, sorriu dizendo que sim.

Ele vestia uma sunga que acomodava sua ereção evidente
Que esgueirou-se para fora talvez pela fricção dos corpos
Olhei o mastro comprimindo-se contra a cintura dela
Olhei com ciúme, algo de raiva, e indisfarçável tesão.

segunda-feira, 19 de agosto de 2019

Dia 6


Persistência é a qualidade menos notada nos vencedores.
Deles admiramos a coragem, a astúcia, a habilidade.
Ficamos impressionados com sua força e velocidade
Sua graça nos encanta, o sangue frio, a técnica refinada.


Mas quantos vencedores vencem sem perseverança?
Quantos triunfam sem recomeçar mil vezes após o fracasso?
Quanta força interior, quão resistente deve ser o espírito de quem
abatido mais uma vez decide recomeçar quantas vezes preciso?

Dia 5


Quando nenhuma força é exercida sobre eles, a tendência dos corpos é permanecer em seu estado natural, ou seja, repouso ou movimento retilíneo e uniforme.

(Primeira Lei de Newton, ou Lei da Inércia)


Deixar as coisas como estão só agrava a atual situação.
Se sua rota é ascendente, a tendência é que continue assim;
mas se você está caindo em direção ao abismo,
é exatamente isso que acontecerá se você não agir.

É preciso uma força, encontrar, descobrir o impulso necessário
que nos coloque em movimento após tanto tempo de inércia
ou interrompa a ação autodestrutiva que nos precipita
... naquele vazio das coisas e das pessoas que nunca foram.

Dia 4



"Um homem não está acabado quando enfrenta a derrota. Ele está acabado quando desiste".

Richard Nixon

Dia 3



"O que não é terrível não é sofrer nem morrer, mas morrer em vão".

Jean-Paul Sartre